Skip to Content

Professores do Ceará reivindicam o piso e a legalidade das greves

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 10049 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’45” / 409 Kb)  – Os professores em greve da rede estadual do Ceará reivindicam a aplicação do piso salarial nacional e a readequação do plano de carreira. A paralisação iniciada no dia 5 de agosto é motivada pela intransigência do governo de Cid Gomes (PSB) ao não aplicar a Lei do Piso com repercussão em toda a carreira. É o que afirma o presidente do Sindicato dos Professores e Servidores do estado do Ceará (APEOC), Anízio Melo.

“O governo apresentou uma tabela que não beneficia 80% da categoria, e o que é pior, por essa tabela ele destrói o nosso atual plano de carreira, que teria que ser melhorado e não piorado ou extinto”.

O piso nacional do magistério é de R$ 1.187 para nível médio por 40h semanais, sem contar gratificações e benefícios. O salário base da rede estadual do Ceará é de R$ 789 (para 40h por semana).

Melo relata que a categoria levou o processo de negociação com o governo ao esgotamento antes de decretar a greve. Ele afirma que outros movimentos grevistas pelo país, como o da rede municipal de ensino de Fortaleza (CE), acabaram esbarrando em medidas judiciais que impediram sua continuidade e a conquista de ganhos para os trabalhadores.

“Quando os governos não conseguem negociar com a categoria, eles estão fazendo o pedido de ilegalidade da greve. Infelizmente os tribunais têm contribuído com os governos, tornando as nossas greves legítimas em greves ilegais. E em todo o Brasil nós estamos vendo um refluxo em nossos direitos”.

A adesão da categoria é de 80%, principalmente no interior do estado. Aulas públicas em praças, manifestações e articulações com outras entidades estão sendo feitas pelos professores para fortalecer o movimento.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

11/08/11