Skip to Content

Ministro da Defesa sinaliza retirada de tropas do Haiti, mas ainda sem prazo final

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’05” / 253 Kb) - A redução da presença militar na missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (Minustah) é proposta pelo ministro da Defesa, Celso Amorim. O Brasil começará a reduzir o número de militares enviados para o país caribenho, mas ainda não possui um cronograma para a retirada definitiva.

O assunto será pautado pelo ministro no encontro da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que ocorrerá na próxima quinta-feira (8), em Montevidéu, no Uruguai.

Segundo Amorim, a retirada de tropas fará parte de uma estratégia regional, após o Haiti realizar sua segunda eleição democrática e apresentar melhores condições de segurança.

Há sete anos, militares de 21 países integram a missão, que visa colaborar para a reconstrução política, social, econômica e de infraestrutura do país. Os trabalhos estão sob a liderança do Brasil.

Diversos partidos e movimentos sociais brasileiros defendem a retirada das tropas do Haiti, por avaliarem que a missão desrespeita os direitos humanos e ataca a soberania do país.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

06/09/11