Skip to Content

Infância indígena é mais vulnerável à pobreza, alerta Unicef

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(0’57” / 226 Kb) - O simples fato de pertencer a um povo indígena, no Chile, representa maior situação de vulnerabilidade para crianças e adolescentes. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a pobreza é uma realidade presente na vida de 26,6% dos menores indígenas. Entre os não indígenas, essa porcentagem cai para 21,7%.

O número de moradias com crianças que se encontram abaixo da linha da pobreza também é maior entre a população indígena. A Unicef mostra que as crianças indígenas estão deixando de conhecer sua língua. Quase 90% da população infantil não fala nem entende sua língua originária.

Além da já conhecida diferença de gênero, a Unicef aponta uma diferença de renda entre as mulheres, de acordo com a origem de cada uma. Ou seja, as residências chefiadas por mulheres indígenas são mais pobres e indigentes que as chefiadas por mulheres não indígenas.

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

31/01/12