Skip to Content

Justiça de SP agiu em defesa do mercado imobiliário no Pinheirinho, afirma Protógenes

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 10552 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

O despejo das 1,6 mil famílias do bairro do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), é alvo de protestos e investigações. A posse do terreno do Pinheirinho é questionada pelo deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP).

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’56” / 454 Kb) - O despejo das 1,6 mil famílias do bairro do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), é alvo de protestos e investigações. Movimentos sociais organizam uma manifestação nesta quinta-feira (2) no local onde atualmente restam entulhos da comunidade destruída após a reintegração de posse, ocorrida em 22 de janeiro.

A posse do terreno do Pinheirinho é questionada pelo deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP). Ele investiga se houve falsificação da escritura da área, que pertencia a um casal de alemães assassinado em 1969 e que não possuía herdeiros.

“Nesse histórico da área que estou levantando, vou ver o que tem relação com esse conflito de terra dos antigos proprietários e cruzar com os dados existentes no ato de reintegração de posse da empresa Selecta do mega investidor Naji Nahas no que se refere ao Pinheirinho. A partir disso, tomar as providências legais cabíveis, que é tornar nula a ação de despejo e responsabilizar quem de direito cabe se porventura houve possíveis fraudes”.

A área é propriedade da massa falida da empresa Selecta, de Naji Nahas, preso em 2008 na operação sobre crimes financeiros Satiagraha.

A decisão de reintegração de posse partiu do Tribunal de Justiça de São Paulo, apesar de tentativas da Justiça Federal de suspender o despejo. Protógenes avalia esse conflito no Judiciário.

“A Justiça Federal se posicionou dentro da realidade, com um olhar social. E a Justiça do estado de São Paulo veio com um viés de proteção à propriedade privada, defendendo os grandes oligopólios do mercado imobiliário, em prejuízo de pessoas que necessitam de um pedaço de terra para morar”.

Organizações sociais encaminham à ONU e à OEA um relatório sobre as violações de direitos humanos contra os moradores ocorridas no despejo.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

01/02/12