Skip to Content

Relatora diz que política habitacional de Israel ameaça árabes e palestinos

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Em visita ao local, Raquel Rolnik recebeu inúmeras queixas de moradores sobre ameaças de demolição e despejos. O bloqueio de Gaza estaria segregando e restringindo a expansão e sobrevivência de comunidades palestinas no local.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’09” / 271 Kb) - A política habitacional de Israel representa uma ameaça ao direito à moradia para árabes israelenses e palestinos que vivem na região ocupada por militares. Em conversas com moradores, a Relatora Especial da ONU sobre o Direito à Moradia Adequada, Raquel Rolnik, recebeu inúmeras queixas sobre ameaças de demolição e despejos.

Segundo Rolnik, a situação na Faixa de Gaza é a mais complicada. O bloqueio de Gaza estaria segregando e restringindo a expansão e sobrevivência de comunidades palestinas no local.

Ainda foi feito um alerta sobre “novas fronteiras de desapropriação de moradores tradicionais e a implementação de uma estratégia de judaização e controle territorial.” Exemplos dessa política são os planos de realocar beduínos no Deserto de Negev, além das décadas de construção de assentamentos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

Nos últimos meses, Israel vem acelerando a construção de casas tanto no leste de Jerusalém, que os palestinos querem como sua capital, quanto na Cisjordânia.

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

14/02/12