Skip to Content

Migrantes da América do Sul preferem região a EUA e Europa

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Populações da América do Sul que migram de seus países de origem estão preferindo se instalar em locais da própria região, ao invés de irem para os Estados Unidos e Europa.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’32” / 362 Kb) - Populações da América do Sul que migram de seus países de origem estão preferindo se instalar em locais da própria região, ao invés de irem para os Estados Unidos e Europa. Segundo a Organização Internacional de Migração (OIM), essa movimentação não era tão intensa há pelo menos 40 anos.

Os principais destinos da migração regional são Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. Na interpretação da OIM, o crescimento econômico registrado na última década nos países da América do Sul e processos menos burocráticos para conseguir documentos de residência são os principais responsáveis pelo fenômeno.

A integração geopolítica dos países, representada pelo Mercosul e pela Associação Latino-Americana de Integração (Aladi), também são destacados como determinantes para essa movimentação nas regiões de fronteira. Somado a isso estão as crises de emprego na União Europeia e nos Estados Unidos.

A proximidade é outro fator importante. Nos últimos dez anos, cerca de 700 mil sul-americanos migraram para um país da própria região. Deste total, 500 mil tiveram como destino a Argentina. Paraguaios, bolivianos e peruanos são as nacionalidades que mais procuram aquele país, chegando a representar 4,5% da população nacional argentina.

Mesmo com a desaceleração de algumas economias regionais em 2011, a OIM estima que o fluxo de migração permanecerá inalterado neste ano.

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

* Com informações da BBC Brasil.

22/03/12