Skip to Content

Civis são mortos em protesto contra mineradora no Peru

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Cerca de cinco mil pessoas teriam bloqueado acessos e estradas da região. A manifestação exige um estudo detalhado da atividade de mineração no local para investigar a contaminação da água que abastece a população.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’28” / 343 Kb) - O Ministério do Interior peruano confirmou que chegou a quatro o número de civis mortos no conflito entre policiais e a população de Espinar, na província de Cusco, ao sul do Peru. O numero de feridos já passa dos 60, entre civis e policiais. Os manifestantes protestavam desde a manhã da última segunda-feira (28) contra a mineradora suíça Xstrata.

Cerca de cinco mil pessoas teriam bloqueado acessos e estradas da região. A manifestação exige um estudo detalhado da atividade de mineração no local para investigar a contaminação da água que abastece a população.

A autoridade máxima de Espinar, Oscar Mollohuanca, defendeu a empresa e afirmou que o governo atua em conjunto com a mineradora no controle de qualidade da água. Porém, segundo estudo do Ministério da Saúde, os rios Salado e Cañipia estão contaminados com mercúrio, chumbo e zinco acima das quantidades permitidas.

Há a iminência de que mais conflitos em torno de projetos de mineração possam ocorrer. Em Cajamarca, ao oeste do Peru, a população anuncia uma greve geral indefinida, a partir desta quinta-feira (31), até que o presidente Ollanta Humala declare o projeto Conga inviável. Mais de dois mil homens da polícia já estariam nas imediações para evitar os protestos.

De São Paulo, da Radioagência NP, com reportagem de Marcio Zonta, correspondente do Brasil de Fato no Peru, Vivian Fernandes.

31/05/12