Skip to Content

Planos agrícolas promovem concentração de terra e especulação financeira, diz MST

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 10925 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

O Plano Safra 2012/2013, lançado em julho, investe R$ 115 bi no agronegócio e R$ 22 bi na agricultura familiar.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’34” / 367 Kb) - O governo federal fez o lançamento dos planos agrícolas para a safra de 2012/2013. O Plano Safra consiste em uma política de crédito para os produtores agrícolas e programas de investimento nos modelos agrários empresarial e familiar. O plano para a agricultura comercial, cujo beneficiário é o setor do agronegócio, recebeu R$ 115,25 bilhões. O pacote destinado à agricultura familiar recebeu um total de R$ 22,3 bilhões.

Para o dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Alexandre Conceição, a prioridade do governo no agronegócio aumenta a concentração de terras no país. Segundo ele, a burocracia impede o acesso ao crédito pelos pequenos agricultores, além do avanço desse modelo sobre as pequenas propriedades.

“O governo investe no agronegócio, que vai tomando conta, inclusive expulsando pequenos produtores. A pequena propriedade hoje no Brasil está diminuindo, porque o agronegócio vem avançando assustadoramente, através das transnacionais, da monocultura da soja, do eucalipto e da cana-de-açúcar.”

Outra critica ao plano é que a maior parte do crédito é destinada ao mercado financeiro, com medidas como a compra e venda antecipada de safras por terceiro nas bolsas de valores, como aponta Alexandre. 

“A produção agrícola brasileira é uma produção primária, de commodities, que servem justamente para especulação financeira nas bolsas de Nova York, de Tóquio, para poder enriquecer as empresas do agronegócio.”

O plano para os grandes produtores também conta com incentivo à produção de orgânicos. Mas o dirigente do MST acredita que esse plano de produção agroecológica é para o agronegócio obter mais lucro através de um discurso sobre alimentos saudáveis e sustentáveis.

De São Paulo, para a Radioagência NP, José Coutinho Júnior.

12/07/12