Skip to Content

Reforma na Constituição quer mudar nome do México

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

O presidente Felipe Calderón apresentou projeto que muda o nome do país de Estados Unidos Mexicanos para México. Para o mandatário, o nome de um país expressa uma relação simbólica com seu povo, suas origens.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’18” / 304 Kb) - O presidente mexicano Felipe Calderón apresentou um projeto de reforma constitucional para mudar o nome do país de Estados Unidos Mexicanos para, simplesmente, México. O anúncio foi feito na última quinta-feira (22), a poucos dias do atual presidente deixar o cargo. No próximo dia 1º, o mandatário eleito, Enrique Peña Nieto, assume o governo.

O nome Estados Unidos Mexicanos foi definido pela Constituição de 1824. O paradigma era os Estados Unidos da América, que nessa época era referência de democracia e liberdade para as repúblicas que se formavam no continente.

Para o presidente Calderón, essa alteração é importante, pois o nome de um país expressa uma relação simbólica com seu povo, suas origens, cultura e identidade. Ele aponta que a palavra México faz referência às raízes e tradições indígenas que formaram a população do país.

A proposta constitucional de mudança de nome foi encaminhada para o Congresso no mesmo dia em que foi assinada pelo presidente. Para entrar em vigor ainda no mandato de Calderón, dois terços dos parlamentares terão que votar a favor da alteração antes do dia 30 de novembro, quando encerra o mandato do atual líder.

De São Paulo da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

23/11/12