Skip to Content

Desemprego mundial aumenta em 2012, após dois anos em queda

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Segundo a OIT, recuperação econômica não será suficientemente  para reduzir o desemprego com rapidez. Número de desempregados aumentará em até mais de 210 milhões

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’27” / 343 Kb) - O desemprego mundial em 2012 aumentou, após dois anos consecutivos em queda. No ano passado, o número de pessoas sem trabalho foi de cerca de 197 milhões, o que corresponde a 4,2 milhões a mais do que em 2011. Os dados fazem parte do relatório Tendências Mundiais de Emprego 2013, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgado nesta terça-feira (22).

Segundo a OIT, “a recuperação econômica mundial não será suficientemente forte para reduzir o desemprego com rapidez”. Estima-se que o número de desempregados aumentará em até mais de 210 milhões durante os próximos cinco anos.

As taxas mais altas de desemprego foram registradas nas regiões do Norte da África (10,3%), o Oriente Médio (10%) e no grupo das chamadas “economias desenvolvidas” (8,6%) - que inclui os Estados Unidos, o Reino Unido, o Japão, a Espanha e Portugal.

Ainda de acordo com o relatório, a situação é especialmente preocupante entre os jovens. Com a taxa de desemprego juvenil de 12,6%, são quase 74 milhões de pessoas entre 15 e 24 anos sem trabalho no mundo.

Além disso, cerca de 35% dos jovens desempregados nas economias mais avançadas ficaram sem emprego durante um período de seis meses ou mais.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

22/01/13