Skip to Content

Crise no Mali tira 700 mil crianças das escolas

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Agência da ONU informou que há necessidade urgente de se construir colégios no país africano; segundo a entidade é preciso também treinar professores e fornecer material didático

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’35” / 374 Kb) - O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que a crise e a violência no Mali deixaram 700 mil crianças sem poder frequentar as escolas do país. Desse total, 200 mil não têm qualquer acesso a um colégio.

Segundo a agência da ONU, há necessidade urgente de se reconstruir os estabelecimentos de ensino, assim como, treinar professores e fornecer material escolar.

No norte do Mali, tropas francesas, a pedido do governo malinês, entraram em ação para impedir o avanço das forças rebeldes que dominam a região desde janeiro de 2012.

O Unicef informou que desde o começo da violência, há mais de um ano, pelo menos 115 escolas foram fechadas no norte do país.

Já o Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, está preocupado com mais de 1,2 milhão de pessoas que vivem na região e foram afetadas pelos conflitos armados.

Segundo o Ocha, a situação permanece frágil. O último relatório, divulgado na quarta-feira, mostrou que mais 16 mil pessoas fugiram da área.

O documento revelou ainda que continuam sendo registradas violações dos direitos humanos e recrutamento de crianças-soldado. As autoridades detectaram também um aumento dos casos de violência sexual na região.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou ter aberto uma nova rota para entregar assistência de Níger para o norte do Mali.

Caminhões carregados com 200 toneladas de alimentos conseguiram chegar em Gao. Nos próximos dias, o PMA e a ONG Acted vão distribuir a comida para 24 mil pessoas necessitadas por toda a área.

Nova York, da Rádio ONU, Edgard Júnior.

25/02/13