Skip to Content

Ex-ditador da Guatemala é julgado por genocídio de indígenas

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Julgamento do ex-ditador Efraín Ríos Montt, de 86 anos, começou na última terça-feira (19). Montt responde pela execução de 1.771 indígenas maias ixiles no departamento de Quiché, região norte do país.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’26” / 339 Kb) - Pela primeira vez, um ex-chefe de Estado é julgado por crimes de lesa humanidade na Guatemala, país que fica na América Central. Começou na última terça-feira (19) o julgamento do ex-ditador Efraín Ríos Montt, de 86 anos. Ele é acusado de ser o responsável pelo genocídio de populações indígenas durante seu regime (1982-1983).

O julgamento deve ouvir 130 testemunhas e quase 100 peritos, e irá durar vários meses. Além do ex-ditador, também é acusado de genocídio o general da reserva José Rodríguez, de 68 anos.

Montt responde pela execução de 1.771 indígenas maias ixiles no departamento de Quiché, região norte do país. Esse foi considerado o momento mais violento da guerra civil que durou 36 anos na Guatemala. Segundo a ONU, cerca de 200 mil pessoas foram mortas ou estão desaparecidas.

A guerra civil na Guatemala teve origem em 1954, quando o então presidente Jacobo Arbenz sofreu um golpe de Estado, planejado pelo Exército e pela agência norte-americana CIA. Após sucessivos governos militares ligados a grupos anticomunistas e a esquadrões da morte, núcleos de militantes de esquerda organizaram a resistência armada contra a ditadura. O conflito durou de 1960 a 1996.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

20/03/13

*Com informações do Opera Mundi.