Skip to Content

Casamento civil entre homossexuais é aprovado no Senado uruguaio

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

O partido do presidente José Mujica, a Frente Ampla, que é maioria no Parlamento, se posicionou a favor do projeto. Em toda a América Latina, somente a Argentina já aprovou o matrimônio igualitário, em 2010.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’20” / 313 Kb) - O Senado do Uruguai aprovou na última terça-feira (2) o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Esse é o penúltimo passo no legislativo para que a medida passe a valer. A Câmara de Deputados já havia aprovado o Projeto de Lei, mas terá que votar novamente devido a alterações no texto.

Os senadores uruguaios garantiram direitos iguais ao casamento civil para casais homossexuais e heterossexuais por 23 votos a favor e oito contra. O partido do presidente José Mujica, a Frente Ampla, que é maioria no Parlamento, se posicionou a favor do projeto, junto a mais alguns congressistas opositores.

A legislação atual do Uruguai não permite o casamento civil entre homossexuais. Porém, meses atrás, a Justiça reconheceu a união entre um uruguaio e um espanhol, celebrada em 2010 na Espanha, decisão essa que foi questionada pela Procuradoria do país.

Em toda a América Latina, somente a Argentina já aprovou o matrimônio igualitário, em 2010. A capital mexicana, Cidade do México, também garantiu esse direito no mesmo ano.

Outros países que aprovaram o casamento civil entre homossexuais são Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal, Islândia e Dinamarca, além de vários estados norte-americanos.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

04/04/13