Skip to Content

Acordo internacional pretende controlar transferência de armas

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Mais de 60 países assinaram o primeiro Tratado sobre o Comércio de Armas, na sede das Nações Unidas em Nova York (EUA). Pacto pretende reduzir o desvio de armas para o mercado ilícito.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

comercio-armas(1’19” / 312 Kb) - Representantes de mais de 60 países assinaram o primeiro Tratado sobre o Comércio de Armas, na sede das Nações Unidas em Nova York, nos Estados Unidos. A assinatura do documento ocorreu na última segunda-feira (3) e tem como objetivo reduzir o desvio de armas para o mercado ilícito.

Entre os países que assinaram o tratado estão Brasil, Reino Unido, França e México. Com o pacto, os signatários ficam proibidos de transferirem armas para países onde possam ser usadas para facilitar crimes de guerra, contra a humanidade ou genocídios.

O documento ainda estabelece que essa transferência passará por avaliações e relatórios e deverá ser interrompida caso existam tais riscos. O tratado entrará em vigor 90 dias depois que ao menos 50 países ratifiquem o acordo em seus Congressos.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos pretende assinar o tratado após a conclusão de todas as traduções oficiais do documento. No entanto, a Associação Nacional do Rifle (NRA, na sigla em inglês) prometeu lutar para impedir a ratificação do tratado pelo Senado do país.

Estima-se que o mercado de venda e compra de armas movimente por ano cerca de US$ 70 bilhões.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

04/06/13

Foto: M Glasgow / Creative Commons