Skip to Content

Mais da metade dos hospitais públicos de SP têm equipe incompleta

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 11680 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Relatório divulgado pelo Cremesp apontou falhas graves nos serviços de urgência e emergência. Macas com pacientes nos corredores e falta de materiais básicos também constam entre os principais problemas.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

hospitalpublico-foto-gov-ba(1’22” / 325 Kb) - Uma fiscalização realizada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) em prontos-socorros (PSs) que atendem pelo Sistema Único de Saúde no estado apontou falhas graves nos serviços de urgência e emergência. De acordo com o relatório divulgado na última terça-feira (4) pelo órgão, 57,7% das unidades inspecionadas estavam com equipes médicas incompletas.

O Cremesp vistoriou 71 prontos-socorros municipais, estaduais e de outras entidades entre fevereiro e abril deste ano. Além da falta de médicos, também constam entre os principais problemas encontrados a existência de macas com pacientes nos corredores. Também foram relatadas dificuldades de transferência de pacientes.

O relatório ainda indica a falta de materiais básicos em 59,2% das unidades. Diante da situação, o Conselho ressaltou que as precárias condições colocam em risco a saúde da população e não oferecem aos médicos condições adequadas de trabalho.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) demonstram a carência de médicos no país. Nos últimos dez anos, foram criadas 54 mil vagas a mais para médicos do que o número de profissionais formados.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

05/06/13

Foto: Governo da Bahia/Creative Commons