Skip to Content

Jornalistas e trabalhadores da imprensa realizam greve geral na Argentina

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Os trabalhadores lutam por melhorias salariais e contra a precarização do trabalho. Participam da mobilização funcionários de veículos das mais diferentes filiações políticas, como o de direita Clarín e o kirchnerista Página/12

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

greve-jornalistas(1’44”/ 408 Kb) - Jornalistas e trabalhadores da imprensa da Argentina realizam uma greve geral nesta sexta-feira (7). Na data é comemorado o Dia do Jornalista. Os trabalhadores de agências de notícias, jornais diários, revistas e sites lutam por melhorias salariais e contra a precarização do trabalho. Participam da mobilização funcionários de veículos das mais diferentes filiações políticas, como o de direita Clarín e o kirchnerista Página/12.

Os trabalhadores querem 35% de aumento nos salários, sendo 7 mil pesos argentinos como piso salarial (aproximadamente R$ 2,8 mil) e 1 mil pesos  (cerca de R$ 400) por trabalho realizado como colaboração (conhecido como frila).

Pela tarde, uma marcha política sai da Associação de Editores de Diários de Buenos Aires (AEDBA) e percorre ruas da capital argentina. Além disso, foram realizadas greves parciais e a retirada de assinaturas das matérias jornalísticas na semana anterior.

O jornalista Diego Martínez, representante do diário Página/12, comenta a greve em entrevista à Rádio Sur, de Buenos Aires.

“É um dia importante e histórico para os sindicatos de trabalhadores da imprensa, imprensa gráfica em particular, porque estamos realizando uma greve geral. Faz muitos anos, desde que se fechou o primeiro diário Tiempo Argentino, em 1986, que não havia uma greve total. E, também marca as paritárias de imprensa.”

Esta é primeira vez que as assembleias paritárias de trabalhadores da imprensa são massivas e abrangentes em diversos locais de trabalho na Argentina desde 1975.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

07/06/13

Foto: Colectivo de Trabajadores de Prensa – Buenos Aires

Comentários

Thank you for sharing

Thank you for sharing

Escorts Service In Mumbai

Escorts Service In Faridabad

Thank you for sharing these love quotes! It was great !!