Skip to Content

Brasil irá perdoar 98% da dívida que a República da Guiné tem com o país

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

O acordo irá beneficiar o país africano que poderá acessar mais facilmente novos créditos e investir em infraestrutura. O perdão da dívida com o Brasil tem perspectiva de alcançar outros 12 países africanos.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

guine-brasil(1’27” / 341 Kb) - O Brasil irá perdoar 98%  da dívida que a Guiné tem com o país. O acordo foi selado em encontro entre o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Antonio Patriota, e o ministro dos Negócios Estrangeiros da nação africana, Louncény Fall, na quarta-feira (31). Com isso, restará à República da Guiné uma dívida de 200 mil dólares a serem pagas ao Brasil.

Para o ministro brasileiro, o acordo irá beneficiar o país africano que poderá acessar mais facilmente novos créditos e investir em infraestrutura, como barragens e estradas. Além de intensificar comércio e outros investimentos. A estimativa é que o acordo seja aprovado pelo Congresso Nacional antes do fim do ano.

O perdão da dívida com o Brasil tem perspectiva de alcançar outros países africanos. Em maio deste ano, a presidenta Dilma Rousseff anunciou que o perdão ou a renegociação da dívida com o Brasil iria chegar a 12 países da África, totalizando quase 900 milhões de dólares.

Além da Guiné, estão República do Congo, Costa do Marfim, Tanzânia, Gabão, Senegal, Mauritânia, Zâmbia, São Tomé e Príncipe, República Democrática do Congo, Sudão e Guiné Bissau.

Outra iniciativa do governo brasileiro é criar uma nova diretoria para a África do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com sede na África do Sul, para comércio, investimentos e cooperação econômica.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

01/08/13

*Com informações da Agência Brasil.

Foto e imagem: Itamaraty