Skip to Content

Sequência de erros pode ter transformado USP Leste em “bomba relógio”

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 11933 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Concentração de gases no subsolo do campus é conseqüência do descarte de material retirado do rio Tietê. Desencontro de informações e falta de transparência colocam comunidade acadêmica em estado de alerta.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

area-interditada-na-usp-leste-pela-cetesb-foto-reproducao-facebook-pablo-ortellado(5’35” / 1.28 Mb) - A greve iniciada nesta terça-feira (10) pela comunidade acadêmica do campus Leste da Universidade de São Paulo (USP Leste) colocou em evidência uma sequência de erros e a falta de transparência por parte da direção da unidade. A contaminação da área onde estão construídos os prédios deixa estudantes, professores e funcionários em estado de alerta e o desencontro de informações gera incertezas sobre os riscos reais para a saúde.

No início da semana alunos e professores foram surpreendidos com placas da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) que anunciavam a interdição de parte do campus “por conter contaminantes com risco à saúde”. A Cetesb afirmou que a sinalização foi instalada sem a sua autorização e a direção do campus determinou a retirada da placa.

A área cercada recebeu no final de 2011 centenas de caminhões de terra, cujo conteúdo estaria contaminado por substâncias cancerígenas. O professor de gestão de políticas públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP) Pablo Ortellado afirma que o depósito do material foi feito com autorização do diretor do campus, José Jorge Boueri Filho.

“A direção da escola que trouxe esses caminhões. E a gente está enfurecido porque essa terra foi considerada contaminada pela Cetesb. E foi uma terra que foi colocada ali, segundo o diretor de ‘boa fé’, mas são centenas de caminhões que aterraram com material contaminado que veio de outro lugar.”

Direção afastada

José Jorge Boueri Filho foi afastado do cargo em reunião extraordinária da Congregação da USP Leste, na quarta-feira (11). A integrante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Jaqueline Nascimento considera positivo o afastamento e destaca problemas na comunicação.

“Com os alunos eles não tinham qualquer tipo de diálogo. A gente não tinha informação mesmo e a gente não conseguia os relatórios.”

Jaqueline disse que a situação levou os estudantes a discutirem a ampliação da participação democrática no campus da universidade.

“Em assembleia decidimos que para além dessa questão ambiental nós tínhamos que questionar também nossa atual direção. Não é por menos que o colegiado da universidade foi forçado a afastar o diretor e o vice-diretor da EACH.”

O docente titular mais antigo na unidade, Luiz Silveira Menna Barreto, assumiu a direção do campus, que deve abrir um novo processo de eleição.

CETESB ignorada

Em novembro do ano passado, a Cetesb expediu a Licença Ambiental de Operação da USP Leste. No documento a companhia exigia uma série de medidas, como a retirada da terra contaminada. No entanto, as exigências previstas não foram cumpridas.

No último dia 2 de agosto, a Cetesb autuou a EACH-USP, e estabeleceu novamente onze exigências para a continuidade da licença de operação. Entre as imposições estão a instalação dos sistemas de extração de gases do subsolo de todos os prédios construídos no campus; avaliações de risco à saúde; e investigação ambiental detalhada do solo.

O professor Pablo destaca que a greve não terá encerramento enquanto todas as medidas impostas pela Cetesb não forem cumpridas.

“Tem uma longa lista de exigências técnicas para o campus ser considerado seguro, porque hoje ele não é considerado seguro. A gente quer também total transparência. Foram feitos muitos estudos ambientais, e eles não são públicos, nós queremos todos esses laudos.”

Ainda segundo Pablo, a comunidade acadêmica reivindica a responsabilização da direção da USP Leste por ter permitido o depósito da terra contaminada na Escola.

Problemas desde a fundação

O problema da contaminação é anterior à instalação dos prédios. Como informa a página da unidade na internet, “o campus USP Leste foi construído numa área onde há concentração de gás metano devido ao descarte do desassoreamento do rio Tietê”. O professor em gestão ambiental da EACH Paulo Sinisgalli explica os riscos à saúde dos contaminantes que já foram encontrados no local.

“O metano é um gás que em contato com o ar e com algum tipo de faísca pode explodir, como ocorreu na fase de construção da própria EACH. Mas a preocupação maior de toda a comunidade também é relação aos VOCs (Voláteis Orgânicos Clorados), que são componentes cancerígenos. Então, dependendo da concentração que eles têm na água subterrânea e também que eles acabam saindo dessa água subterrânea passando para a atmosfera e as pessoas respirando isso, pode ter consequências em termos de saúde.”

Paulo ressalta que as contaminações já foram verificadas no lençol freático, tornando os riscos ainda maiores. Bastaria o rompimento de uma tubulação ou a interrupção do bombeamento para que os elementos químicos entrassem em contato com a água potável que abastece torneiras e bebedouros. Assim como os estudantes, o professor ainda aponta a falta de transparência no acesso às informações.

“Qual o grau de contaminação? Isso que a gente nunca conseguiu saber propriamente. Já foram feitos alguns estudos para a própria obtenção de licença de operação, mas que não foram divulgados para a comunidade.” 

A USP Leste tem atualmente quase 6 mil estudantes e oferece 10 cursos de graduação e oito programas de pós-graduação.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

12/09/13

Foto: Reprodução/Facebook Pablo Ortellado

Comentários

I Have Never read this type

I Have Never read this type effective And Unique content! Keep Undated…. Vashikaran mantra for loveLove Marriage Specialist Astrologer

Nice write-up! I really like

Nice write-up! I really like the many articles or blog posts; I actually beloved, together with I need guidance relating to this, for the reason that it's beneficial.  Amal for Love MarriageIslamic Jadu Tona