Skip to Content

Justiça condena Adriano Chafik, mandante do massacre de Felisburgo

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 12001 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Justiça condenou Adriano Chafik  e o capataz Washington Agostinho da Silva a 115 anos e a 97 anos de prisão, respectivamente. Apesar da condenação, os réus não foram presos e poderão recorrer em liberdade.    

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

massacre-felisburgo-mst-pede-justi%C3%A7a-foto-ABr(1’29” / 328 Kb) - O fazendeiro Adriano Chafik, mandante do Massacre de Felisburgo (MG), foi condenado na madrugada desta sexta-feira (11) a 115 anos de prisão pelos crimes de homicídio qualificado, lesão corporal, incêndio e formação de quadrilha. A Justiça também condenou a 97 anos e seis meses de prisão o capataz Washington Agostinho da Silva.

Apesar da condenação, os réus não foram presos e poderão recorrer em liberdade. Ambos foram beneficiados por habeas corpus concedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em 2004, cinco sem-terras foram brutalmente assassinados e outras 12 pessoas ficaram feridas no acampamento Terra Prometida, na cidade mineira de Felisburgo. Chafik, réu confesso, participou diretamente da ação e contratou 16 pistoleiros para atacar as 230 famílias do acampamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). As famílias pediam a desapropriação da fazenda Nova Alegria.

Em nota, o MST declarou pesar e indignação, pois mesmo condenados Chafik e Washington não foram presos. O movimento destacou ainda que “só haverá justiça para o caso de Felisburgo com a prisão definitiva dos réus e a definitiva desapropriação da fazenda Nova Alegria”.

O julgamento de dois outros acusados de envolvimento no massacre, Francisco Rodrigues de Oliveira e Milton de Souza, está marcado para janeiro de 2014.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

11/10/13

Foto: Reprodução/Agência Brasil