Skip to Content

Ex-diretor da Siemens acusa aliados de Alckmin em cartel

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 12072 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Geraldo Alckmin (PSDB) descarta afastar secretários citados na investigação do esquema de corrupção. Prejuízo causado aos cofres públicos pelo esquema é estimado em pelo menos em R$ 557 milhões.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’24” / 332 Kb) - Membros da cúpula do PSBD de São Paulo e integrantes do governo paulista de Geraldo Alckmin são acusados de envolvimento no pagamento de propina por empresas metroferroviárias em licitações do Metrô e Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). É o que denuncia o ex-diretor da Siemens, Everton Rheinheimer em um relatório entregue ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com reportagem publicada na quinta-feira (21) pelo jornal "O Estado de S. Paulo", o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido (PSDB) teria recebido propina de lobista do setor metroferroviário.

Os secretários estaduais José Anibal (Energia), Jurandir Fernandes (Transportes Metropolitanos) e Rodrigo Garcia (Desenvolvimento Econômico) também são citados na investigação, além do líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira. Todos os acusados negam envolvimento.

O ex-diretor da multinacional, disse ter documentos que provam o esquema que tinha como objetivo principal o abastecimento do caixa 2 do PSDB e do DEM.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), descarta afastamento dos secretários citados na investigação.

O esquema de cartel foi denunciado em julho pela multinacional alemã Siemens, e envolveriam os contratos do Metrô e CPTM assinados entre 1998 e 2007, nos governos de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra, todos do PSDB.

De São Paulo, da Radioagência NP, Leonardo Ferreira.

12/11/13

Foto: Reprodução/CTB