Skip to Content

OIT diz que mundo tem 21 milhões de vítimas da escravidão moderna

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Dia Mundial para Abolição da Escravidão entrou para o calendário após uma resolução de 1949. Países devem erradicar todas as formas de escravidão, promover inclusão social e garantir fim da discriminação

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’50” / 432 Kb) - As Nações Unidas marcam neste 2 de dezembro o Dia Mundial para Abolição da Escravidão. A data entrou para o calendário da ONU após uma resolução da Assembleia Geral sobre o tema em 1949.

Em mensagem, o chefe da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que os países precisam de leis nacionais mais fortes para combater formas modernas de escravidão.

Cálculos da Organização Internacional do Trabalho, OIT, sugerem que o problema atinja 21 milhões de pessoas em todo o mundo.

O antropólogo Manuel Ramos falou à Rádio ONU de Lisboa, sobre algumas formas contemporâneas de escravidão na Europa.

Ban afirmou ainda que mais empresas precisam garantir que suas atividades não levem a formas de escravidão. Ele citou ainda o trabalho do Fundo Voluntário das Nações Unidas sobre Formas Contemporâneas de Escravidão. Há mais de 20 anos, a iniciativa presta auxílio à restauração dos direitos humanos e da dignidade de vítimas.

O presidente da Assembleia Geral, John Ashe, disse que a escravidão foi e continua a ser talvez a maior tragédia humana da história. Ashe lembrou que mesmo abolida, a prática deixou cicatrizes emocionais.

Pela resolução da Assembleia Geral, os países-membros foram instados a erradicar todas as formas de escravidão, além de impulsionar iniciativas de promoção da inclusão social e pelo fim da discriminação.

De Nova York, da Rádio ONU, Eleutério Guevane.

03/12/13

Foto: Reprodução/Repórter Brasil

*Locução: Mônica Villela Grayley.

Comentários

mobileapp

Download Gesture lock screen application from http://gesturelockscreen.uniqsofts.com for android to lock your screen using signature or gestures. Visit http://gesturelockscreen.uniqsofts.com to download the application.