Skip to Content

Unasul condena "tentativa de desestabilizar ordem democrática" na Venezuela

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 0.

Em comunicado oficial, organismo multilateral manifestou repúdio aos atos de violência que ocorrem no país. A instituição também fez referência aos danos materiais e às mortes ocorridas na Venezuela

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’05” / 258 Kb) - A Unasul (União de Nações Sul-Americanas) manifestou repúdio aos atos de violência perpetrados na Venezuela na semana passada, condenando a “intenção de desestabilizar a ordem democrática” no país. A instituição também fez referência aos danos materiais e às mortes ocorridas no país, na onda de manifestações que teve início há cinco dias.

“A Unasul rejeita os recentes atos violentos na Venezuela e a intenção de desestabilizar a ordem democrática constituída legitimamente pelo voto popular. Também expressa solidariedade às famílias das vítimas”, diz o comunicado.

O organismo multilateral também lembrou que “a preservação da institucionalidade democrática é um pilar fundamental do processo de integração nacional”. No texto, a Unasul recomenda que as forças políticas e sociais do país “priorizem a busca do diálogo para a solução pacífica das diferenças”.

De São Paulo, do Opera Mundi.

17/02/14

*Locução: Jorge Américo