Skip to Content

218 milhões de crianças trabalham no mundo

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'41'' / 399 Kb) - A Organização Internacional do Trabalho (OIT) informou que existem no mundo quase 218 milhões de crianças entre cinco e sete anos que trabalham. Segundo a "Declaração da OIT sobre os princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho e seu Seguimento", na América Latina e Caribe existem aproximadamente 6 milhões de crianças trabalhadoras. No topo da lista está o Pacífico e a Ásia, com mais de 122 milhões.

De acordo com a Organização, o setor agrícola concentra a maior parte das crianças, chegando a 69%. Nessas atividades elas lidam com o manuseio de ferramentas, máquinas elétricas e substâncias químicas, como fertilizantes e pesticidas. Já o setor do comércio concentra 22% dos pequenos trabalhadores e a indústria, 9%. É comum o trabalho infantil no comércio sexual e de drogas.

Em países como o Brasil, Honduras, Nicarágua, Guatemala e Panamá, cerca de 60% das crianças que trabalham estão na agricultura. O trabalho doméstico também é uma realidade, ocorrendo casos alarmantes como o da Nicarágua, onde 93% das crianças com menos de 14 anos contribuem com esse tipo de trabalho. Segundo a OIT, as meninas ainda são as mais vulneráveis.

A Organização também informou que está planejando intervenções de combate ao trabalho executado por crianças por meio do Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil (IPEC) e pelo uso de acordos e declarações assassinadas pelos países.

De São Paulo, da Radioagência NP, Aline Scarso.

20/09/10