Skip to Content

Retrospectiva movimento social 2010

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(3'43'' / 872 Kb) -  Os movimentos sociais vivem uma profunda crise e estão longe de exercerem o  protagonismo dos anos 1980 e 1990. O “imaginário de transformação social” que embalou os principais movimentos sociais e as principais lutas nos anos 1980 se perdeu. A convicção de que a realidade pode ser transformada, originário do "comunitarismo" de décadas passadas, perdeu a sua força e o encantamento com a política reduziu-se de forma significativa.

Porém, mesmo assim e apesar de sua fragilidade, os movimentos sociais continuam sendo uma referência importante na consciência crítica dos modelos em curso na sociedade e, ao mesmo tempo, estão na dianteira do processo civilizatório, ou seja, são eles que chamam a atenção para os novos temas a serem enfrentados, como a crise ecológica, entre outros. Em 2010 em função das opções do modelo neodesenvolvimentista, o movimento social foi fundamental para chamar a atenção de temas relegados a um segundo plano – a  “agenda esquecida”. Destacam-se aqui, as lutas em torno da questão agrária, da questão indígena e da questão ambiental.

Na agenda agrária, o movimento social deu prosseguimento à luta pela reforma agrária, colocou em pauta a revisão dos índices de produtividade, o limite para a propriedade da terra, a problemática dos agrotóxicos e denunciou o trabalho escravo.

Na agenda da questão indígena, destacam-se as lutas, particularmente a luta do povo Guarani-Kaiowá. Na agenda ambiental, assumiram relevância em 2010, a luta contra as barragens, a resistência aos grandes projetos de infraestrutura – sobretudo os de corte de matriz energética, a oposição ao Código Florestal, entre outras lutas. Em 2010 ainda aconteceu o Plebiscito  Popular pelo Limite da Propriedade da Terra levado a cabo pelos movimentos  sociais.

Três eventos importantes do movimento social em 2010, entre tantos, merecem destaque: a realização do encontro nacional da Assembleia Popular, a  assembleia nacional da Coordenação dos Movimentos Sociais  (CMS) e a  Conferência Nacional da Classe Trabalhadora. Essas três iniciativas organizadas pelo movimento social tiveram como conteúdo principal formular propostas para um Projeto para o Brasil tendo em vista as eleições de 2010.

Finalmente, o movimento social ou parcela majoritária dele, foi importante na eleição de Dilma Rousseff, particularmente no segundo turno, quando  contribuiu para elevar o debate político, particularmente com uma edição  extra do jornal Brasil de Fato.

*Cesar Sanson é pesquisador do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores e doutor em sociologia pela UFPR.

22/12/10