Skip to Content

Eleições em Portugal e no Peru marcam alterações políticas

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’24” / 328 Kb)  – As eleições presidenciais no Peru e as legislativas em Portugal no último domingo (05) apontam para rumos opostos na definição política de cada país. No Estado sul-americano, a vitória é de Ollanta Humala, candidato nacionalista de esquerda, sobre Keiko Fujimori, filha do ex-presidente peruano Alberto Fujimori. Em Portugal, o Partido Social Democrata, liderado por Pedro Passos Coelho, conquistou maioria do parlamento sobre o Partido Socialista, do primeiro-ministro José Sócrates.

A corrida presidencial no Peru foi decidida no segundo turno. A última contagem aponta vitória apertada de Humala com aproximadamente 51% dos votos. Com o país alcançando crescimento econômico de 8,7% no último ano, o novo chefe de Estado aposta no discurso de desenvolvimento social a partir desta boa fase da economia.

Em Portugal, a grave crise econômica – com desemprego superior a 12% ­– contribuiu na derrota do Partido Socialista e abriu espaço para entrada de uma coalizão de centro-direita no governo português. O novo mandato será o responsável por implementar o pacote econômico que prevê ajuda financeira de € 78 bilhões – cerca de R$ 179 bilhões. O país também terá que reformar seu sistema público de saúde e realizar uma série de privatizações em troca do auxílio financeiro, negociado com os países da União Europeia.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

06/06/11