Skip to Content

Bolívia e Irã fecham acordo para industrialização de lítio

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'14" / 292 kb) - Durante visita ao Irã, o presidente da Bolívia, Evo Morales, confirmou um acordo com o governo local para a industrialização do lítio. Atualmente, a Bolívia possui 70% de toda a reserva mundial deste mineral. O anúncio do acordo foi feito nesta quarta-feira (27).

De acordo com Morales, para além da exportação do lítio como matéria-prima, o Irã ajudará a Bolívia na produção de baterias e similares para abastecer, sobretudo, a indústria automobilística mundial. O governo boliviano estima que suas reservas de lítio podem abastecer o atual consumo mundial por cinco mil anos.

Para o presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, a parceria consolida uma aproximação que se dá há três anos. Ahmadinejad afirmou que os dois países "compartilham os mesmos inimigos, interesses e visão sobre como resolver a crise global. Daí os compromissos para impulsionar uma frente comum que ajude a reverter o atual panorama político e econômico".

 Além deste acordo, o Irã também acertou um empréstimo de mais de R$ 470 milhões para os bolivianos, a construção de uma fábrica de tratores na Bolívia, além da compra de 100 mil toneladas de soja deste país. Por sua vez, a Bolívia garantiu a compra de mil tratores do Irã.

De La Paz, na Bolívia, para a Radioagênia NP, Vinicius Mansur.

28/10/10