Skip to Content

Bolivianos voltam de Cuba para serem médicos em seu país

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'03'' / 249 Kb) - A parceria entre os governos de Cuba e Bolívia dará ao povo boliviano 1,6 mil trabalhadores sociais no âmbito da saúde. Este é o número de estudantes bolivianos que estão regressando ao seu país natal neste fim de ano, após cursarem a Escola Latino-Americana de Medicina (Elam), em Cuba.

De acordo com o embaixador cubano na Bolívia, Rafael Dausá, a partir de janeiro de 2011, estes 1,6 mil estudantes farão a parte final de seus estudos em terras bolivianas, vinculando-se ao quadro médico e à realidade dos medicamentos e enfermidades próprias de seu país.

Dausá afirmou que estes estudantes estarão em contato permanente com as brigadas de médicos cubanos presente em várias regiões da Bolívia. Atualmente, as brigadas são compostas por 1,4 mil profissionais de saúde que, desde 2006, realizaram 43 milhões de consultas médicas, salvaram 41 mil vidas e operaram a vista de mais de 570 mil pessoas, relatou Dausá.

De La Paz, na Bolívia, para a Radioagência NP, Vinicius Mansur.

12/11/10