Skip to Content

Goiás aprova PL que combate exploração sexual de crianças e adolescentes

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 10849 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

A Assembleia Legislativa de Goiás aprovou na última quarta-feira (13) Projeto de Lei (PL) que prevê o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no estado.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’24” / 333 Kb) - A Assembleia Legislativa de Goiás aprovou na última quarta-feira (13) Projeto de Lei (PL) que prevê o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no estado. O PL, que passou na segunda votação, pretende criar um Comitê estadual de enfrentamento ao problema e agora aguarda o parecer do Governador.

O desrespeito aos direitos da infância e juventude é alarmante. Somente o Disque Direitos Humanos, Disque 100, recebe por dia uma média de 255 denúncias vindas de todo o país.

De maio de 2003 a março de 2011, o órgão realizou um total de 2.640.801 atendimentos de casos ligados à exploração sexual.

Há diferença entre o abuso e a exploração sexual. O primeiro se caracteriza por qualquer prática de estimulação ou satifação sexual que um adulto submete o menor, podendo ser imposta pela força física, pela ameaça ou pela sedução.

A exploração sexual também envolve atividades sexuais, mas implica em remuneração, seja ela finaceira, de favores ou presentes. O comércio do sexo e a pornografia infantil são exemplos desses casos.

Segundo a Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e Adolescência (Abrapia), mais de 80% dos abusos sexuais cometidos contra crianças e adolescentes ocorrem dentro de casa, sendo o próprio pai ou padrasto o autor de 50% dos casos.

De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

15/06/12