Skip to Content

América Latina deve questionar democracia burguesa, diz ministro cubano

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Clique aqui para ouvir(1´22´´ / 324 Kb) - CORRESPONDENTE INTERNACIONAL - “Temos que reivindicar o socialismo como sistema e também os princípios de solidariedade e cooperação da Revolução Bolivariana”. A afirmação é do ministro de Relações Exteriores de Cuba, Felipe Rodríguez, que iniciou nesta quinta-feira (11), uma das 30 atividades do dia, no 16o. Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes que acontece em Caracas, na Venezuela.

Na mesa também estavam o vice-presidente do PCdoB, José Reinaldo de Carvalho, e representações da juventude comunista da Espanha, Áustria, Índia e Colômbia, além da presença do vice-presidente da República Bolivariana da Venezuela, José Vicente.

Ao avaliar o cenário mundial, o ministro citou 8 pontos de estratégias para a luta contra o imperialismo. Um deles é o de que a América Latina deve questionar a democracia burguesa e levantar a bandeira do socialismo. E ressaltou que a luta contra o imperialismo não é uma luta contra o povo dos Estados Unidos, mas sim contra a política de dominação cultural e econômica.

Cerca de 2 mil jovens participaram do seminário sobre estratégias de luta antiimperialistas na América Latina e mais de 15 mil se reúnem em Caracas para o Festival que começou na última segunda-feira (08) e termina no próximo dia 15.

De Caracas, na Venezuela, para a Agência Notícias do Planalto, Marina Mendes