Skip to Content

Brasileiros visitam o Haiti para firmar cooperação

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

clique aqui para ouvir(1´43´´ / 404 Kb) - Uma equipe de brasileiros dos ministérios da Educação e das Relações Exteriores, retorna nesta quinta-feira (13) do Haiti. Preocupados em fortalecer as ações de cooperação entre os países, a equipe visitou o país na tentativa de identificar áreas da educação superior e profissional que poderiam ser ampliadas com o auxílio dos brasileiros. Um relatório apontando estas necessidades será encaminhado ao ministro da Educação, Fernando Haddad e das Relações Exteriores, Celso Amorim.

A intenção é de que até 2008 estas parcerias estejam definidas e implantadas. Durante a visita, a equipe identificou que o interesse do país no sistema profissionalizante do Brasil é maior em áreas como a de energia, mecânica, construção civil e agricultura. A ação do executivo pode ser uma resposta às recentes críticas feitas pelo conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil Aderson Bussinger, que esteve no Haiti e criticou a participação das tropas brasileiras nesta missão. Para o membro da OAB, a presença do Brasil é somente militar e não humanitária.

Na próxima semana o reitor da Universidade do Estado do Haiti visita os centros técnicos do Brasil para conhecer o sistema de educação profissional e tecnológico. Desde 2004 o Brasil mantém aproximadamente 1,2 soldados no Haiti, que compõem uma Força de Paz chefiada pela Organização das Nações Unidas. Segundo o ministro da Defesa, Nélson Jobim, entre 2004 e 2007, essa ação já custou ao Brasil aproximadamente R$ 370 milhões, com mais um repasse de R$ 200 milhões feito pela ONU.

De Brasília, da Radioagência NP, Gisele Barbieri

13/09/07