Skip to Content

Cubanos preparam campanha contra homofobia

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Clique aqui para ouvir(1'37'' / 381 Kb) - O combate à discriminação de homossexuais em Cuba será reforçado pelo governo. De acordo com a sexóloga e diretora do Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), Mariela Castro Espín, o governo cubano abrirá nos meios de comunicação uma campanha contra a homofobia. O anúncio foi feito durante as celebrações da Jornada Mundial contra a Homofobia, realizada no último sábado (17). Participaram do evento o Partido Comunista, o setor juvenil, ministérios, autoridades e até a Polícia Nacional.

Irá estrear na televisão cubana, em horário nobre, o filme Brokeback Mountain. A película, vencedora de três categorias do Oscar 2006, narra a história de um casal homossexual no interior dos Estados Unidos. Também estão previstos debates e séries dramatizadas sobre o tema, tanto no rádio, como na televisão. A imprensa, que aborda a diversidade sexual de maneira marginal, deve começar a trabalhar mais abertamente.

A aceitação da diversidade sexual ganhou força nos últimos anos, especialmente pelo trabalho da Federação de Mulheres Cubanas, liderada pela feminista Vilma Espín. Mas os preconceitos ainda são muito enraizados na sociedade. Até duas décadas atrás, condutas consideradas ostensivas eram punidas, com a reclusão de homosexuais em campos agrícolas, por exemplo.

Segundo Mariela, Cuba está prestes a realizar operações gratuitas de troca de sexo a 28 transexuais, mas os detalhes estão sendo mantidos em segredo.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vinicius Mansur.

19/05/08