Skip to Content

Contêineres de lixo devem retornar à Inglaterra em algumas semanas

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Clique aqui para ouvir(1'33'' / 364 Kb) - As mais de mil toneladas de lixo enviadas da Inglaterra ao Brasil devem retornar ao país de origem. O anúncio foi feito pela chefe de administração de resíduos da Agência Ambiental da Grã-Bretanha, Liz Parks. Segundo ela, a Inglaterra deve multar as empresas e, até mesmo, prender os indivíduos envolvidos com o caso. A devolução deve demorar ainda algumas semanas. O lixo foi enviado em contêineres aos portos de Santos (SP) e Rio Grande (RS) e à alfândega de Caxias do Sul (RS) entre os meses de fevereiro e maio. Eles continham, entre outras coisas, seringas, fraudas plásticas, banheiros químicos prensados e restos de comida. A Polícia Federal do Brasil também está investigando o fato.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) já multou em mais de R$400 mil empresas importadoras e intermediárias dos contêineres. Entre elas, estão a Estefenon Estratégia e Marketing Ltda e a Alfatech Ltda., que se defenderam dizendo importar apenas materiais para reciclagem. Há também suspeitas do envolvimento de brasileiros que moram na Inglaterra e de fornecedoras britânicas.

Brasil e Grã-Bretanha são signatários da Convenção de Basileia, que regulamenta o transporte internacional de resíduos tóxicos. A Convenção deve julgar o caso a partir de um laudo enviado pelo Ibama.

De São Paulo, da Radioagência NP, Aline Scarso.

20/07/09