Skip to Content

Chuva no RJ: Governos criticam moradias irregulares

  • user warning: Table 'ranp3.scheduler' doesn't exist query: SELECT * FROM scheduler WHERE nid = 8488 in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/scheduler/scheduler.module on line 497.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'42'' / 401 Kb) - Pelo menos 102 pessoas morreram em razão das fortes chuvas que atingem o estado do Rio de Janeiro desde segunda-feira (05), conforme levantamento prévio do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Estadual divulgado na manhã desta quarta-feira (07). A maioria das vítimas morava em áreas consideradas de risco.

Declarações do governador Sérgio Cabral (PMDB), do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB) e do presidente Lula (PT) chamaram a atenção para o perigo de se viver em áreas de risco, mas nenhum plano concreto de moradia popular para o estado foi apresentado até então.

Para o pesquisador do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Guilherme Marques, não há vontade política para resolver o problema das moradias irregulares nas encostas do estado.

“Se existissem investimentos públicos e uma boa política habitacional ninguém moraria em área de risco. Os governos federal, estadual e municipal são donos de uma série de terrenos no Rio Janeiro, mas governos usam esses terrenos públicos para fazer negócios. Se esses terrenos fossem usados para a construção de habitação popular, muitas pessoas teriam sido retiradas das áreas de risco.”

Além da construção de habitação nos terrenos públicos, ele afirma que a ocupação de casarões abandonados, públicos e privados no centro da cidade, poderiam abrigar as famílias mais vulneráveis.

“[No entanto], quando os movimentos sociais organizados ocupam esses espaços, eles recebem como resposta dos governos a repressão.”

De São Paulo, da Radioagência NP, Aline Scarso.

07/04/10