Skip to Content

Haiti: Camponeses se pronunciam sobre a situação do país

  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'39' / 391 Kb) - “A situação do país, que já era precária antes de 12 de janeiro, se tornou insustentável depois do terremoto que abalou nossa nação, evidenciando a debilidade do Estado que não é capaz de reagir perante a condição em que o país se encontra”. É o que afirma o Kat Je Kontre – articulação dos movimentos camponeses que compõe a Via Campesina Haiti – , em seu primeiro pronunciamento público após o terremoto de 12 de Janeiro, que vitimou mais de 300 mil haitianos.

Na ocasião da sua V Assembléia Geral, ocorrida entre os dias 05 e 07 de abril, na região de Papay, Departamento Santral, os movimentos camponeses haitianos denunciaram a inércia do governo do presidente Renè Prèval e temem que a catástrofe seja utilizada como desculpa para alterações constitucionais que permitam a um pequeno grupo se perpetuar no poder.

Para o Kat Je Kontre, a reconstrução do país deve ser compreendida como uma oportunidade de descentralização do poder e dos serviços públicos que se concentram na capital Porto Príncipe. Uma oportunidade também para se repensar outro modelo de educação para o país.

Os camponeses afirmam ainda que é preciso maior participação popular nesse processo e que “a produção nacional, em especial a produção agrícola e a reforma agrária, deve ser encarada com uma prioridade no plano de reconstrução.”

Por fim, os movimentos camponeses conclamam todos os setores da sociedade haitiana ‘a se engajar na luta para libertar o país da ocupação e barrar o plano de morte do governo Prevàl-Bellerive.’

De Ti Rivye de Lartibonit, no Haiti, para a Radioagência NP, Thalles Gomes.

09/04/10