Skip to Content

Iraque

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_validate() should be compatible with views_handler::options_validate($form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 607.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_submit() should be compatible with views_handler::options_submit($form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 607.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter_node_status::operator_form() should be compatible with views_handler_filter::operator_form(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/modules/node/views_handler_filter_node_status.inc on line 13.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 0.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 0.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • warning: Parameter 2 to genericplayers_swftools_flashvars() expected to be a reference, value given in /data_cpro6462/ranp/public_html/includes/module.inc on line 476.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’42” / 400 Kb) - Estimativa de nova pesquisa é quatro vezes maior do que cálculos realizados anteriormente. Taxa anual de morte no Iraque, entre março de 2003 e junho de 2011, foi de 4,55 por cada mil pessoas.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1’25” / 333 Kb) – Levantamento registra mortes violentas de civis resultantes da intervenção militar no país. Sob a liderança dos Estados Unidos, o Iraque foi invadido por forças estrangeiras em março de 2003.

Está faltando algum conteúdo do Flash que deveria aparecer aqui. Talvez seu navegador não possa exibi-lo. Instale a última versão do Flash em seu computador, ou atualize sua versão.

(1'12'' / 282 Kb) - A tortura é a prática mais comum utilizada para a formulação de provas contra presos no Iraque. A Anistia Internacional responsabilizou soldados estudunidenses e das forças de segurança iraquianas pos essas práticas abusivas.

Clique aqui para ouvir(1'02'' / 245 Kb) - As tropas estadunidenses se retiraram, nesta terça-feira (30), de cidades e outros centros urbanos do Iraque. Após seis anos da invasão do país pelo Estados Unidos, as tarefas de segurança foram entregues formalmente às forças iraquianas. A retirada está sendo comemorada pelos iraquianos e esta terça foi declarada como um feriado, o Dia Nacional da Soberania.

Clique aqui para ouvir(1'28'' / 345 Kb) - A data que marca o quinto ano da invasão estadunidense à Bagdá, capital do Iraque, parece não ser motivo de comemorações. Nesta quarta-feira (9), data que completa cinco anos da captura da cidade pelas forças dos Estados Unidos, pelo menos seis pessoas morreram em ataques de morteiros. As medidas adotadas por autoridades locais, que já esperavam episódios de violência, não conseguiram impedir as mortes no distrito xiita da capital, conhecido como Cidade de Sadr.

Clique aqui para ouvir(1'29'' / 348 Kb) - Dois em cada três iraquianos não têm acesso à água potável. Aproximadamente oito milhões de iraquianos, quase um terço da população do país, precisam de ajuda humanitária para viver. Estas informações fazem parte dos relatórios das organizações Cruz Vermelha e Anistia Internacional, divulgados nesta segunda-feira (17), semana em que se completa cinco anos de invasão estadunidense no Iraque.

Clique aqui para ouvir(1´50´´ / 435 Kb) - As guerras do Iraque e do Afeganistão podem custar R$ 6 trilhões para os Estados Unidos (EUA). A estimativa foi feita pelo ex-vice presidente do Banco Mundial, Joseph Stiglitz. O valor é bem acima do previsto oficialmente pelo governo estadunidense. De acordo com ex-secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, o EUA gastariam em torno de R$ 100 bilhões. Se Stiglitz estiver certo, o custo das guerras movidas pelo presidente Georg W. Bush já superam os da guerra do Vietnã e são equivalentes ao dobro da guerra da Coréia.

Clique aqui para ouvir (1'22'' / 320 Kb) - Desde a Guerra do Golfo, em 1991, que o número de soldados estadunidenses que se suicidaram não era tão grande. Em 2006, foram registrados 99 suicídios, 11 a mais do que em 2005. Durante a Guerra do Golfo foram 102. Os números divulgados pelo Pentágono, a base da inteligência militar, nesta quinta-feira (16), revelam que a quantidade de soldados que retirou a própria vida em 2006 foi de 17,3 para cada 100.000 militares. Comparando com os dados do Instituto Nacional de Saúde, esta taxa é bem maior do que a quantidade de suicídios entre a população geral dos Estados Unidos, que é de 10,9 para cada 100.000 habitantes.

Clique aqui para ouvir (1´30´´ / 351 Kb) - Após completar quatro anos da invasão das tropas dos Estados Unidos ao Iraque, no dia 20 de março, milhares de iraquianos foram às ruas nesta segunda-feira (09) para protestar contra a guerra, na cidade de Najaf, ao sul da capital Bagdá. Para conter a mobilização, a polícia iraquiana instalou vários postos de controle nas estradas que ligam a cidade ao resto do país, mas isso não foi suficiente para impedir que Najaf fosse ocupada pelos manifestantes.

clique aqui para ouvir (1´35´´ / 372 Kb) - Após quatro anos da invasão das tropas estadunidenses ao Iraque, a população norte-americana já começa a demonstrar publicamente sua reprovação a esta guerra. Manifestantes de diversas cidades americanas saíram às ruas no último final de semana, com cartazes e faixas para pedir ao presidente George W. Bush o fim deste conflito. A maior manifestação foi registrada em Portland, no estado americano de Oregon, onde cerca de 15 mil pessoas protestaram.

Conteúdo sindicalizado